Escola Expandida: Construção de rede cultural de proteção social

  • Atualizado: 30 Janeiro 2015
  • Tamanho: 538.08 KB
  • Downloads: 30
  • Autoria: Cláudia Coelho Hardagh

Resumo: O  projeto  apresentado  reforça  o  diálogo  entre  Universidade,  saberes  acadêmicos,  com os  saberes  da  Comunidade  e  da  Escola  Pública  (currículo  escolar).  A  Pesquisa  está  em desenvolvimento  desde  2013,  pelos  professores  Cláudia  C.  Hardagh  (Universidade  Mackenzie e Senac) e Marcelo G. Justo (Senac) no Campo Limpo, Zonal Sul de São Paulo, região descrita por  pobreza,  violência  e  pela  valorização  da  cultura  da  periferia.  A  metodologia  de Pesquisa Participante  visa construir  rede de  comunicação  para  disseminar  e  religar saberes acadêmicos  com  os  saberes  locais.  A  rede  cultural  de  proteção  social ,  formada  por educadores  sociais, artistas,  professores,  gestores  e  estudantes  tem  o  objetivo  de  expandir a  escola,  desterritorializar  a  educação  formal ,  flexibilizar  o  currículo  por  meio  do compartilhamento  do  conhecimento  e  problemas  da  região.  O  projeto  consolida  a parceria  com  o  CIEJA  Campo Limpo  que  possui  uma  proposta  de  gestão  e  aprendizagem singular  e  está  em  permanente  construção  de  rede  dialógica  com  a  comunidade.  O mapeamento  dos  movimentos  sociais,  culturais  organizados  pela  sociedade  civil  está  em andamento e  a  rede  começa  a  ser construída e  sistematizada  com  a  organização  de  grupos focais,  apontamentos  etnográficos  e  entrevistas  em  que  serão  levantadas  as  reais necessidades  da  comunidade  para  a  construção  da  rede colaborativa.

Palavras-chave: Escola expandida, desterritório, comunidade, redes sociais, conhecimento.